Minha mulher faz topless em Copacabana

24

Adoro ver os caras olhando ela na praia

Leitor: “Luiza, sou um homem de 31 anos e minha esposa tem 28.

Agora em junho fomos passar férias na Florida e minha esposa realizou um grande sonho que tinha desde a adolescência: fazer topless na praia!

Fomos várias vezes a uma praia chamada South Beach aonde o topless é legalizado e ela adorou a experiência.

De volta ao Brasil, minha esposa começou a dizer que desejaria fazer topless nas praias daqui também, mais especificamente no Rio de Janeiro, onde moramos.

Entretanto, fiquei muito indeciso a esse respeito, pois embora tivesse certeza de que nós dois iríamos curtir demais essa aventura, também sabia que no Brasil poucos veem o topless com naturalidade e sem conotação sexual, então fiquei cabreiro com a possibilidade de piadinhas e de pensarem que minha esposa é garota de programa.

Entretanto, ela insistiu tanto que acabei concordando e passamos a frequentar a praia de Copacabana com minha esposa topless.

Só então descobri que tenho um fetiche incrível: adoro ver minha esposa com os seios à mostra no meio da galera! Então, tudo aquilo de que tinha receio passou a ser uma fonte de prazer.

As piadinhas que ouvimos, os risinhos quando ela passa, a atenção que ela chama, a zoação dissimulada da rapaziada, tudo isso eu adoro! Ela também curte se exibir, tanto que agora pegou mais coragem e fica também de fio dental mínimo…. que delícia!

Tudo isso é muito novo para nós e ainda estamos descobrindo como curtir mais ainda, mas existe um outro lado que me preocupa um pouco.

Nós sempre fomos um casal comum, até bastante convencional, e essa súbita mudança me deixa pensando se isso tudo é uma coisa normal, ou se existe algum distúrbio de comportamento de minha parte, pois fico fantasiando o tempo inteiro imaginando minha esposa quase nua na frente de todos.

Quando chega um fim de semana de muito sol, acordo já num estado de excitação imaginando a praia lotadíssima com todos os caras olhando minha esposa praticamente nua.

Então Luiza, será que essa atitude minha é normal? Posso me dar o direito de curtir esse prazer e quem sabe ousar mais ainda? Muito obrigado.”

Instagram
Share.

About Author

Acompanhe dúvidas através do Youtube - Pergunte a uma Mulher - ou agende sua consultoria particular através do e-mail [email protected]