Como ter atitude com as mulheres se me acho “um baixinho perdedor”?

202

Leitor: Olá. Eu tenho 22 anos, estudo, trabalho e tenho pânico de convidar pra sair ou mesmo puxar assunto com alguma garota. Por quê? Bom, sou baixinho (mesmo, 1,62 mais ou menos), magrelo. Infelizmente minha autoestima possui dimensões similares às minhas. Só beijei uma garota na vida, com quem terminei há pouco, depois de 1 ano de namoro, e agora me vejo de novo nesse impasse. Sempre tive pavor de rejeição, e nas duas vezes que convidei garotas pra sair antes de namorar, levei toco. Eu temo falar com alguma garota e ela me humilhar ou algo assim. Eu vejo os outros caras maiores, mais fortes que eu e minha mente me diz que “por que escolheriam eu à eles?”. Outra coisa que não me ajuda muito é minha aversão a baladas ou qualquer festa. Não gosto de lugares com muita gente. Sou de casa. Só avanço em alguma garota se ela se “jogar” pra cima de mim mesmo, porque tomar uma iniciativa tá difícil. Desculpa se estiquei demais o caso. Sei que só quem pode resolver o meu problema sou eu, mas seria bom sua opinião. Obrigado.

Sou baixinho e me sinto um perdedor

Gostei da parte do “sei que só quem pode resolver o meu problema sou eu”. E é verdade. Nós aqui tentamos aconselhar; a parte de abrir a cabeça, tomar consciência e se esforçar é contigo mesmo!! Uma pergunta: se uma garota te quis, por que você pensa que nenhuma outra no mundo iria te querer? Cuidado para não cair na síndrome do patinho feio que é bastante comum em todo término de namoro (e acredite, até gente “bonita, alta e forte” passa por isso!). Quem é que nunca terminou um namoro relativamente longo e depois se sentiu totalmente enferrujado, jogado às traças e pensando que nunca mais encontrará outra alma caridosa para aturar a gente? Eu mesma, quando terminei um namoro longo, me senti a mais pega-ninguém de todas, a mais ”antissexy” e pensava que até beijar eu não ia saber mais, visto que passei anos com uma pessoa só e, tal como você, também não me achava a última bolacha do pacote. Também cheguei a pensar que só o meu ex iria me querer: sabe como é, se você só teve uma coisa na vida, fica mesmo difícil você ter parâmetro. Porém, o lado bom disso tudo é que demorei, mas descobri – e tenho certeza que aos poucos você descobrirá também – que tudo isso é uma grande bobagem, só neura da nossa cabeça mesmo! Ainda mais você, que parece ter mais baixa autoestima que o “padrão normal” das pessoas, aí que piora mesmo.

“Tente dar o peso certo para cada coisa na sua vida, do contrário, viver será um eterno fardo para você” (frase tirada da novela, mas que tem tudo a ver kkk). Pode ter certeza que todo esse fantasma que você está criando na sua cabeça é pequeno se comparado à dimensão REAL do seu problema.

E daí que você é baixinho? Devo admitir que realmente a maioria das mulheres prefere os homens mais altos mesmo, mas nem por isso elas deixam de se relacionar com os mais baixinhos SÓ por conta disso, entende? Pense assim: você é baixinho, ok, e supostamente isso seria um ponto a menos para muitas mulheres. Porém, se você tiver um rosto bonito, ou um certo charme, já soma um pontinho, bem como um bom papo, um “parangolê”, e por aí vai. Ou seja, mesmo que o que você ache que é defeito em você de fato seja, quem é que não tem defeito? Todo mundo tem um ponto negativo aqui, outro positivo acolá e que se somando nunca darão 100% (= perfeição). Por que com você seria diferente? Acredite, às vezes o cara grandão cheio dos músculos tem o bilau pequeno ou nem tem pegada. Palavra de uma pessoa que, ainda que goste de aparência, jamais “demitiria” um cara com mais pontos positivos do que negativos. Só se não rolasse química mesmo, mas felizmente esta nem sempre tem a ver com beleza e falaremos dela mais adiante.

Eu mesma nasci com coisas que as mulheres bonitas padrões geralmente não têm, porém, também sei que tenho outras tantas qualidades que elas não têm e isso já é o suficiente para eu pensar que “sim, eu tenho tal defeito, mas também tenho mil outras qualidades“. Por que você não consegue pensar assim? Por que a gente dificulta tanto as coisas simples da vida?  Se você é baixinho e não tem como mudar isso, invista em outras coisas e aceite que esse defeito provavelmente é a sua cruz, visto que não dá para mudá-lo tal como daria para mudar o seu corpo magro, por exemplo.

Certamente você já ouviu falar que aparência conta sim e todo mundo percebe, porém, você também deve saber que homens costumam notar bem mais se a mulher é bonita do que o contrário. Se aproveite desse fato: quantas mulheres lindas você já viu com caras esteticamente feios? VÁRIAS! Ok, sei que vocês homens pensam que “ah, mas ele é rico”. Em alguns casos pode ser, mas acredite, nem sempre. Eu mesma já presenciei com os meus lindos olhinhos que a terra há de comer, muito homem feio, pobre e até mesmo chato com umas amigas lindas que eu nunca entendi a lógica. Na verdade, uma delas é uma das minhas melhores amigas e uma vez tomei a liberdade (e quase morri) de perguntar: “o que você viu nisso aí, amiga?” kkk. E sabe o que ela me respondeu? “Lu, eu não sei explicar, mas eu gosto dele. Ele tem algo que me atrai“. BINGO!!! Muitas vezes você não entende a atração que sente: às vezes tem aquela pessoa que aos olhos da maioria nem é grandes coisas, e nem aos olhos dela mesma, mas que para a gente basta ela nos olhar que dá aquela quentura, não só nas partes baixas, mas no coração também. Não só o amor, como a química, nem sempre são explicados por A+B e pelo o que é visível aos olhos. Tem coisa que a gente simplesmente sente.

Me diga uma coisa: você nunca sentiu um tesãozinho por meninas que, aos seus olhos, nem você mesmo via grandes coisas? Algumas inclusive até “feinhas” no seu ponto de vista? Outras tantas que você teria até vergonha de apresentar pra mãe? Enfim, eu não acredito que você seja tudo isso de ruim que você fala que é, mas supondo que você fosse, você realmente não acredita que tem gente que gostaria de você mesmo assim? Da mesma forma que “essa uma” (sua ex) já viu algo em você, outras tantas podem ver.

Não caia nessa de pensar que quem ficar contigo é uma alma caridosa, porque isso só te fará aceitar qualquer coisa e ser um eterno frustrado que pega apenas – e tal como você mesmo disse – “quem se joga em você e não quem você escolheu para ficar”. Acredito plenamente que muita mulher irá gostar de você por coisas que nem você mesmo vai entender e vai achar até que ela tem mal gosto. Mas dane-se, ela gostará de você e isso é o suficiente. Porém, se mesmo com o outro te amando, ainda assim VOCÊ não conseguir se amar, aí você não só pode, como deve correr atrás do prejuízo. Por exemplo, em relação a ser baixinho não tem muito o que fazer, porém, “ser magrelo” você bem que podia procurar uma academia, um personal trainer e tomar uns suplementos, né?! (suplementos, caia fora de bomba!). Ainda que muita mulher prefira um magrinho à um malhadinho, se você se amar mais malhadinho, seja malhadinho então, oras!

No fim, ainda que tenha chinelo velho para todo pé cansado, e isso ao menos deveria ser o suficiente para você não ter tanta baixa autoestima, se você não acredita nisso, só se resta correr atrás do prejuízo, concorda? Não adianta nada eu falar, falar e falar que você pode conseguir coisas sendo baixinho e magrelo se você não acredita nisso. No que você acredita? O corpo importa? O intelectual importa? Um bom emprego importa? Se é isso que você acredita, corra atrás e não fique apenas se lamentando. Não será fácil, assim como não é para ninguém. Academia quando levada a sério não é fácil. Um bom emprego e um bom estudo também não são objetivos fáceis de se conquistar, e por aí vai. As maiores conquistas sempre serão difíceis, porém, é o preço que você pagará para se sentir um pouco melhor com você mesmo e aumentar a sua autoestima.

Só não se iluda que toda a solução para o seu problema estará no externo: o externo poderá até te ajudar, mas o resultado mesmo sairá de dentro de você. Se você conseguir se curtir, nem que para isso você tenha que ralar muito, você conquistará não só certa paz e satisfação pessoal, mas também o charme, atributo esse que deixa a mulherada muito mais molhadinha do que a beleza em si. Beleza é bom, mas charme é fundamental e esse só habita nas pessoas com confiança. Não duvido nada que depois dessa mudança você descubra que na verdade não era bem que você era caseiro e gostava de ficar em casa, mas sim que você tinha medo da reprovação social e por isso não saía, e aí depois que descobriu que viver é bom e que todo mundo tem o seu charme, inclusive você, você se sentirá muito mais animado para sair de casa e conversar com a mulherada, pois afinal de contas, você não se questionará “por que elas optariam por você em detrimento de outros caras”, mas sim acreditará que você tem algo que só você tem. Daí é só abrir a boca, jogar o charme e arrasar. E claro, levar alguns “não”, que por sinal fazem parte inclusive da vida dos bonitos, rsrs. Você só levou dois “não” e está chorando? Tenho amigos lindos que já perderam as contas, faz parte da vida, ninguém nunca agradará a todos. Use os “não” para aprendizado pessoal, não para se lamentar. Vá fazendo a sua parte que uma hora dá certo =)

Como se sentir mais atraente?

Homens baixinhos e mulheres altas: já assistiu esse vídeo?

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.