Meu marido é de família abastada e não quer começar “por baixo” em nada

13

Leitora: Olá Luiza. Hoje sou eu quem está precisando de você rsrs. Bom, estou numa fase meio complicada da vida!  Sou casada há 3 anos, não no papel, somente por estar juntos. Tenho uma filha de 1 ano e meio e estou grávida de 8 meses. Porém, ele mora na casa da mãe dele e eu na casa da minha mãe. Já tentei morar com ele na casa da minha sogra mais não deu muito certo! Daí resolvi ficar com minha mãe. Ele mora em um condomínio de luxo, pois a família é bem de vida e minha mãe num bairrozinho mais classe média baixa. A questão é que ganhei uma casa da minha mãe e fui falar pra ele que poderíamos enfim ter nosso cantinho. A reação foi a menos desejada. Falou que nunca vai morar naquele lugar, que se eu quiser moro sozinha, que filho de rico não começa conquistando nada de baixo, que ele vai começar de cima e se eu quiser, bom, se não, me separe! Tipo, temos 2 filhos e ele só faz cursinho, quem me dá as coisas é a mãe dele… to me sentindo um lixo… porque no começo ele fazia tudo para conquistar e agora não tá nem aí. Sou uma maravilhosa mãe, ótima esposa, não sei onde errei. Não sei o que fazer.. poxa to me sentindo sozinha…

Meu marido é de família abastada e não quer começar "por baixo" em nada

Primeira coisa que me veio à cabeça: o que será que ele vai ensinar para os filhos dele? E o pior é que nem vai ser por mal, mas sim porque ele não conhece outra vida mesmo. Ele é feliz por ter dinheiro, mas triste – ainda que ele não saiba – por ser completamente alienado. Dá dozinha, sério!

Engraçado é que a família dele é a cara da riqueza, mas quem deu uma casa para vocês morarem foi justamente a mãe “mais humilde”, né? Não que ela seja obrigada a fazer isso, porque não é mesmoooo, porém, não deixa de existir uma analogia interessante aí. Só acho engraçado ele ter esse Rei na barriga, sendo que nem emprego ele tem e tudo o que ele conquistou foi leite vindo das tetas dos pais. Grandes porcarias… Acho que agora vou tirar onda que se o meu pai for chique, eu serei chique por tabela também. Assim fica fácil ostentar, né?

Pelo o que entendi, você não trabalha além “da profissão de mãe”, e se trabalha, não é o suficiente para se manter, tanto é que precisa de uma força da sogra. Também sei que a maternidade em si é algo muito cansativo, porém, cá para nós que isso infelizmente não é algo valorizado socialmente. Pense bem, seu marido já é mimado e, para completar o caroço, você fica totalmente dependente dele, aí é claro que ele vai se folgar mesmo! Gente mimada + acomodada = um pulo para ser grosseiro e fazer pouco caso, que é justamente o que ele está fazendo contigo! Só do pouco que você falou, dá para ver que ele tem pouca noção do mundo real e do óbvio de que é a família dele que tem algo, que ele em si não tem nada e que justamente por isso deveria ser mais humilde e pé no chão. Nem em concurso conseguiu passar, vai tirar onda do quê? De ser dono do açougue dos outros?

Com todo o respeito, me admira você saber que ele é assim e mesmo assim aceitar continuar sendo bancada pela família dele. Você não pode aceitar essa “mordomia”, até mesmo para dar o exemplo para ele! Vocês não precisam se separar, até porque você está grávida e a pessoa mais importante nesse momento é esse bebezinho que está para nascer, porém, para nós que se você procurasse uma fonte de renda, ele iria te respeitar bem mais. Iria se sentir “mais inseguro” por ter uma mulher independente (no lado positivo da coisa) e iria pensar mil vezes antes de dizer certas babozeiras para você. Tudo bem que o certo seria ele não ser folgado e te respeitar independente do poder que você tem ou deixa de ter, mas convenhamos que no mundo real as coisas não são tão simples assim.

Mesmo que vocês morram juntos, é legal ele saber que você tem condições para andar sozinha, sabe? E sem essa de “ah mas eu tenho filhos, não posso ir para o mundão afora”. Isso é só para quem pode se dar ao luxo, você não pode. Sem contar que é tudo uma questão de saber administrar bem o seu tempo que você continuará sendo uma mãe e tanto =). Pense pelo lado positivo: se você ficar meio à toa financeiramente que nem o seu marido, há uma chance a mais dos seus filhos ficarem extremamente mimados pensando que tudo vem fácil, na hora e do jeito que eles querem. O que nem precisa dizer que na prática é péssimo para quem pretende criar filhos para o mundo, não para si. Sem contar que você não quer que as namoradas(os) dos seus filhos(as) passem pelo que você está passando, ou quer?

Ele já é “desocupado” no sentido financeiro, só que ele é sangue do sangue da família dele, já você, tem que ficar aguentando coisa que não precisaria caso você tomasse um rumo na sua vida. Se vocês já moram separados mesmo, eu no seu lugar iria morar na casa que sua mãe te deu e nem esperava que ele fosse morar também: a decoraria toda bonitinha e do meu grado, faria ela ser um lugar confortável para viver e no dia em que ele quiser ir para lá, ele vai, se não quiser, amém. Ele não disse que, ou você aceita ele “rico ostentação” ou se separa? Então, se você não quer se separar, ele que entenda que, por sua vez, você não nasceu em berço de ouro e tem que conquistar as suas coisas. Inclusive se ele é ricão assim, bem que podia ajudar pagando uma babá enquanto você cuida um pouquinho mais da sua vida. Lembre-se que pagar uma babá e afins é a obrigação dele como pai, porém, do jeito que as coisas andam, pagar certas coisas para você poderia levar a uma relação de dependência e até mesmo de humilhação. Fique esperta e use essa situação para crescer!

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.