Eu broxo constantemente: será que sou gay ou apenas inseguro?

51

Leitor: Sou homem, heterossexual, 23 anos. Desde cedo sempre fui inseguro e extremamente tímido, o que faz de mim uma pessoa ansiosa. Tenho uma namorada a qual amo muito que é igualmente insegura, mas aguentamos os trancos. Agora vem o problema, ela é minha segunda namorada e sinto que é com ela que quero ficar o resto de minha vida, mas aconteceu de eu broxar duas vezes seguidas e depois disso se tornou difícil ter relações com ela, por ficar pensando demais, inseguro e com medo de não rolar, com isso algo pior aconteceu: minha cabeça agora fica inundada de insegurança com pensamentos de que eu possa ser gay; eu tento tirar isso da cabeça mas o medo vem me consumindo e dificultando ainda mais minha relação. Nunca fui de namorar, nunca me envolvi com nenhuma garota tirando minha ex e a atual, vim começar a me relacionar tarde, com 19 anos e mesmo sabendo que isso pode ser só pensamento do momento me sinto muito incomodado, o que deveria fazer? Preciso de ajuda.

Eu broxo constantemente: será que sou gay ou apenas inseguro?

Calma, não vamos complicar o que é relativamente simples. Você sente atração por homens? Se não, você não é gay. Simples assim! Ao meu ver, não importa se você ficou com poucas ou muitas mulheres: a sua orientação sexual tem tudo a ver com “por quem você sente atração”, independentemente da sua autoestima. Quando você está no banheiro você pensa em quem? E por aí vai…

Passado isso, se você tiver descoberto que “não, você não é gay” e ama a sua namorada (tal como você mesmo disse), o seu problema fica basicamente na parte da autoestima e da ansiedade mesmo, o que diga-se de passagem tem TUDO a ver com broxar. Inclusive, há diversos estudos que mostram que esses são fatores fortíssimos para um homem não funcionar na hora H. Por que você acha que tem tanto homem que, quando finalmente está com a gostosa que ele sonhou todos os dias no travesseiro e no banheiro, broxa? Por que ele é gay? Não, porque ele ficou ansioso! O “mesmo” acontece em relação a sua namorada.

É claro que, pelo tempo que vocês estão juntos e pela intimidade adquirida, teriam muito mais chances de você ser mais calmo, porém, no seu caso em específico, a sua ansiedade tem a ver com um trauma que é bem comum aos homens, que é neurar com a ideia do: “broxei uma vez, agora ferrou tudo e vou broar sempre!!“. Nisso, toda vez que você der de cara com sexo – ainda mais se for justamente com a pessoa que você broxou (no caso a sua namorada) – você vai pensar nisso e “puf”, o peru vai abaixar. Nisso fica mais fácil ainda você associar o fato de broxar com coisas maiores do que a realidade, como a possibilidade de não gostar mais da pessoa, ser gay, etc. É como as pessoas que choram quando veem, sei lá, um cachorro. Teoricamente não tem nada a ver ela chorar porque viu um cachorro, mas se você estudar a vida dessa pessoa, verá que teve um fator no passado dela que desencadeou o trauma: como por exemplo o fato de um cachorro que ela amava muito ter morrido de forma brutal e horrível na frente dela. Enfim, esse foi só um exemplo para você tentar entender que, muitas vezes, o seu cérebro e a associação que você faz de “x” ou “y” tem muito mais força do que “x” ou “y” tem de fato. Em outras palavras, provavelmente você não broxou porque é “gay”, mas sim porque criou esse trauma e essa associação mental que te faz broxar sempre.

A meu ver, a partir do momento em que você entender isso, será muito mais fácil superar o trauma. E se não superar, procure terapia. Ao mesmo tempo, trate também a sua autoestima, bem como a sua ansiedade, coisas que te ajudarão a superar mais ainda: você tem que tratar a causa ao invés de se assustar com o fato em si. Uma outra dica que dou é você não pensar muito se vai transar ou não. Se desligue disso e se necessário explique para a sua namorada o motivo. Também não se masturbe, não assista pornografia, nem peça sexo oral (sem penetração) para a sua namorada, nem nada que envolva gozar. Vá vivendo desligado: vai chegar um dia que você vai estar tão louco, mas tão louco por sexo que quero ver você broxar, rs! Fique “necessitado” que você vai descobrir rapidinho o seu problema e ficará mais tranquilo depois de perceber que era apenas um trauma absolutamente superável kkkk! Parece dica de doido, mas funciona quando a questão é apenas ansiedade e nervosismo, que nada tem a ver com questões biológicas do seu corpo. O fato de você broxar, no seu caso em específico, parece ter muito mais a ver com o fato de você pensar demais, do que com um problema biológico de ereção. E como homem muitoo excitado costuma não pensar muito, só quer”enfiar o peru lá” e pronto, você vai se descobrir rapidinho. Tente pensar menos e agir mais por instinto que será sucesso.

Peça também ajuda para a sua namorada, porque se ela ficar com cara de espanto e chorando junto contigo, aí que vocês vão alimentar o trauma mesmo.

Assista ao vídeo que falei sobre o assunto:

Até amanhã!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.