Ele me traiu, mas não consigo deixá-lo!

212

Leitora: Olá Luiza, tenho 26 anos e sou fisioterapeuta, meu namorado tem 29 e é engenheiro civil. Amo ele, é inteligente, culto, divertido, muito atencioso, bonito, mas infiel. Ele já chegou a me confessar inclusive, disse que  sentia muito por saber que o que fez havia me magoado, quando terminei ele disse que entendia, embora não quisesse aquilo, mas aceitava.

A questão é que eu sempre volto, mesmo sabendo que ele fez e pode fazer de novo. Não tenho problemas com autoestima, sou independente e sei que sou bonita, mas quando termino e me afasto dele, percebo o quanto ele  me faz bem e o quanto é melhor que qualquer outro. Tento me abrir pra conhecer outra pessoa, mas sempre me pego pensando que ele é mais inteligente ou atencioso. Já pensei até em mudar de cidade pra ver se esqueço dele. Enfim, o que acha que devo fazer? Parece que não consigo deixá-lo, aguardo seu conselho, beijos.

Ele me traiu,  mas não consigo deixá-lo!

Sinto te dizer, mas ao que tudo indica, ele não te respeita mais, o que é algo até previsível, visto que no fundo ele sabe que pode aprontar todas, que você irá sempre perdoar tudo. É aquele velho clichê que você já sabe: se você não se respeita, vai querer que os outros te respeitem como? As pessoas pegam a liberdade que você dá para elas, e partindo do pressuposto que ser humano é uma raça bemmm folgada, você já viu tudo, né?

Eu penso assim: se ele só tivesse te traído uma vez na vida, até podia ser que ele nunca mais fizesse – quem sabe. Errar uma vez é humano, mas duas já vira putaria! Sendo assim, vamos ser sinceras, sem essa de ficar se iludindo que você vai continuar agindo da mesma forma e conseguirá obter resultados diferentes: ou você aprende a dividi-lo com outras, ou sai fora. Não tem essa de “e se” nem de “eu já tentei, mas não consegui“. As suas desculpas não irão alterar os fatos, sem contar que duvido muito que você tentou direito. Você deve ter dado uma bitoca em uns dois, aí eles eram “piores” e você já ficou desesperada pensando que o seu namorado é o melhor do mundo. Considere se você não está sendo ansiosa e precipitada ao julgar que ele é tão bom assim. E se de fato for, aí cabe a você dar o peso para cada coisa. Por exemplo: “Ok, ele é bonito. É educado. É isso, é aquilo…” e cada uma dessas coisas tem peso 1. Mas e o peso do chifre na sua vida, tem quanto? Equilibre as coisas e veja se a conta fecha. Se não fechar, você já sabe e não adianta ficar se justificando. É como postei na fanpage do blog esses dias:

algunssejustificam

Bora ao menos tentar fazer diferente que com certeza valerá a pena! E quanto ao fato de você ser bonita e independente ser suficiente para te fazer acreditar que você não tem problemas de autoestima, infelizmente não é bem por aí =(. Na verdade, muito provavelmente você tem problemas com essa parte sim! Não só porque está aceitando muita coisa, como também – e principalmente – porque o está endeusando mais do que ele merece, achando que ele é o melhor partido do mundo, apesar de te trair. E com tudo isso, implicitamente você está dizendo que você que não é tão boa assim, visto que você não acredita ser capaz de encontrar alguém melhor do que ele. Não sei se você já tinha pensado por esse lado, mas pense e tome a sua decisão final.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.