O que fazer quando tudo é motivo de brigas e é sempre eu que tenho que pedir desculpas?

49

Leitor: Olá tenho 21 anos, namoro há mais ou menos 4 anos e tenho um problema em meu relacionamento. No começo do namoro houve muitas brigas, pelo fato de eu ser muito mulherengo, ela dizia que eu olhava demais as mulheres, mas com o passar do tempo eu mudei muito, mesmo assim ela continua pensando isto de mim. Nas brigas sempre fui o alvo dela, sempre o “errado” da história, em alguns momentos eu estava certo, mas minha namorada nunca assumia seus erros, e eu acabava tendo que pedir desculpas e tentando reconciliar para poder ficar tudo bem entre nós. Com tudo isso as coisas foram piorando porque nas brigas, como eu ia sempre atrás dela pra reconciliar, eu acabava não tendo mais razões, quando era a vez dela se desculpar ela não ia porque sabia que eu iria voltar atrás. Esses dias mesmo ela estava perguntado para a irmã sobre um ex-namorado dela, querendo saber se está tudo bem com ele perto de mim, no momento fiquei na minha, depois fui embora e ela nem sequer veio até a mim se desculpar, o que eu faço nesta situação toda? Preciso de uma solução para minha vida!

romanticoo

Existem dois problemas aí: um por “culpa sua” e outro “por culpa dela”. Explico melhor:

Se você era biscateiro, ficava que nem aqueles homens com cara de tarado olhando mulher na rua, ou qualquer outra coisa desse gênero, é claro que:

1- Sua mulher iria ficar virada no demo;

2- Se ela não te desse um pé na bunda na hora, as chances dela traumatizar e criar uma imagem “negativa” de você são enormes;

Sendo assim:

3- É claro que, como boa mulher orgulhosa – conscientemente ou não – ela iria “se vingar” de alguma maneira – nem que fosse verbalmente. Isso não necessariamente acontece por maldade, mas sim pela tentativa de recuperar parte da autoestima, que ela considera perdida desde que você começou a olhar as gostosas na rua. É claro que nem todas as mulheres fariam a mesma coisa, mas no caso dela, tudo indica que sim.

Agora junte as 3 opções, que é o que parece estar acontecendo contigo.

No fundo ela também sabe que a culpa é dela, visto que ela não é obrigada a ficar contigo. Porém, ainda assim ela se sente no direito de “cobrar” pelo o que você fez moralmente com ela (o trauma, o fato dela se sentir mal, etc). E aí o que ela faz? Te faz se sentir mal também, como uma espécie de “prestação de contas”. Tem mulher que dá desfalque na conta bancária, tem mulher que xinga, tem mulher que fica fria. Cada uma tem a sua maneira de cobrar o que elas acham que o homem deve à elas. É óbvio que essa não é a maneira mais digna de todas, mas é o que rotineiramente acontece.  Aí ela fica com essa pentelhação toda que você está vendo!

Porém, ao mesmo tempo, tudo indica que o perfil (natural) dela é mais nervoso, egoísta e surtado. Ou seja, ela já era meio onça, você foi cutucar e agora tá pedindo pra morrer kkk. Não sei nem se a o fato dela ter perguntado sobre o ex na sua frente não foi mais uma forma de te agredir – independente dela ainda sentir algo por ele ou não. Tudo isso no sentido de “viu como é bom dar moral pros outros na cara de quem tem um relacionamento sério contigo, seu trouxa? Viu como dói?“. Sei que ela tem a parcela de culpa dela, mas esse fato não deixa de te servir como lição para você ver o quanto dói ficar abanando rabinho pra marmita de fora, né safado?

Para colocar mais cocô ainda no ventilador, uma característica que era para melhorar, mas que acabou piorando tudo é o fato de, apesar de gostar de um rabo de saia, o seu perfil não ser de brigas. E é aí que ela monta mais ainda em cima de você, do tipo “ele já me deve, e ainda por cima é inofensivo, aí que eu vou sentar gostoso mesmo!”.

Sendo assim, eu no seu lugar falaria algo do tipo:

“Olha, tem coisa que eu peço desculpas não porque eu acho que estou errado, mas sim para evitar brigas, porém, isso já está me cansando e se continuar assim, é melhor ir cada um para o seu canto”.

“Eu gosto de você, só que esse lance deu sempre querer fazer as pazes não é porque sou babaca, mas sim por achar extremamente infantil ficar brigando o tempo inteiro”.

Não precisa ser com essas palavras e diga apenas o que você achar coerente: o principal é parar de ter medo do que você acredita que deve ser feito. Do contrário, ela não vai parar, vai achar que tá sempre certa e que você é besta mesmo.

Cabe adicionar aqui que você nunca será grosseiro, mas é bom dizer coisas sinceras para que ela reflita e, se for minimamente madura, fique até com um pouquinho de vergonha, né? Do tipo “eu não sou obrigada a ficar com ele, logo, o correto é eu cair fora ou parar de ser tão chata”. Às vezes ela só precisa de um toque para saber que o seu erro não anula o dela e assim vocês poderem viver em paz.

Um beijo!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.