Ela pagou de santa, mas desconfio que é a maior pegadora!

39

Leitor: Conheci um gata, linda, inteligente, esperta, conversamos etc, interesse mútuo, mas não tínhamos ficado. Nos falamos pelo celular e ela veio com aquele papo de mulher que não fica com ninguém em festa, que é seletiva tentando me mostrar que era difícil. Ok, óbvio que não acreditei nessa de não pegar ninguém em festa, dei pouca importância, mas daí passou uns dias e uma menina veio me dizer que viu ela numa festa pegando geral. Depois a mesma menina disse que foram 1 ou 2. Falei com a uma amiga íntima dela e ela disse que só viu um, mas não negou a possibilidade dela ter ficado com mais, bêbada, etc, mas óbvio não confio. Então, ela é inteligente, gata, interessante, não temos nada. Deixo ela pra lá, mesmo estando muito afim ou esse tipo não é mulher pra namorar? Ou estou sendo machista já que até o momento não tínhamos nada? Enfim, valeu.

Ela pagou de santa, mas desconfio que é a maior pegadora!

Vamos partir do pressuposto que ela pegou geral, visto que se ela não tivesse pegado, não faria sentido esse post, ok?

Eu penso assim: se ambos estão solteiros, podem fazer o que quiserem, porém, o que pega é a pessoa ficar se fazendo de algo que ela não é. Pra que ficar falando que não pega ninguém? Se fazendo de santa? Por que não fica simplesmente calada e deixa rolar, visto que vocês não devem nada um pro outro e já fica sendo uma chance dela não pagar de mentirosa desnecessariamente?

É óbvio que ela pode ser simplesmente uma “bisca falsa”, mas às vezes, ela só queria que você a levasse à sério. Nisso entra aquele de papo do “ah, nem pego ninguém, sou santa, uma quase virgem, etc” rsrsrs. Até porque, convenhamos, pegar um cara na balada nem é muita coisa, né? Dois que seriam um pouco a mais kkkkk. É claro que uma mentira será sempre uma mentira, porém, se fosse pra defender a menina, poderíamos pensar que isso não significa que ela te trairia caso vocês namorassem ou que é uma putona, mas sim que não falou nada pra não ser julgada, entende? É como se vocês homens aumentassem a quantidade das parceiras por pensarem que pega bem e a mulher diminuísse. E isso nem sempre tem a ver com o caráter de vocês, mas sim com o fato de ser um papo frouxo mecânico que muitos usam.

Sem contar que, cá pra nós e acredite se quiser: tem muita gente que é o maior pegador/a em balada, mas quando namora, fica sério(a). E  eu não conheço uma pessoa ou duas assim: conheço várias! E isso tem a ver não só com o caráter da pessoa, como também com a noção de responsabilidade de cada um. Do tipo: “Vamos curtir? Então bora curtir!”, “Tô namorando? Então é porque assumi uma responsabilidade e não tem por que ficar com outros“. Entende?

Da mesma forma, existem casos de pessoas que nunca foram propriamente pegadoras, mas tem um amante fixo há anos, mesmo que ele(a) tenha sido o terceiro homem da vida dela, entende? No fim, vai de oportunidade, de caráter, do tanto que ela gosta de você e sente empatia – e não única e exclusivamente da base “se ela pega pouca ou muita gente na balada”.

Infelizmente, você terá que pagar pra ver e, tal como acontece com todo ser humano, você só descobrirá quem é a pessoa de fato, depois de um bom tempo convivendo com ela. Sem pressão, sem ansiedade, sem pré-julgamentos, sem pular etapas. Não era pra você estar com medo, mas se está, esse é o maior sinal de que você deve ficar muitaaaas vezes com ela antes de namorar, ok? Isso ajudará você a conhecê-la um pouco mais e aí quem sabe se sentir confortável para tomar uma providência.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.