Meu marido quer muito ser pai, porém, eu não sei se está na hora deu ser mãe!

82

Leitora: Oi Luiza, acompanho “Pergunte a uma mulher” pelo face, e adoro suas postagens. E resolvi pedir um conselho a você e aos leitores. 

Casei super jovem, aos 17 anos, já estamos casados a 4 anos. Meu marido é 7 anos mais velho que eu, somos super felizes, temos nosso carro, nossa casa, trabalhamos e  temos a vida financeira estável. Me formei no anos passado em Letras, e este ano pretendo ingressar em outro curso superior. Ainda quero passar em um concurso e crescer profissionalmente, mas meu marido acredita que está na hora dele ser pai (segundo ele, se demorarmos muito para sermos pais, ele ficará muito velho e terá menos “pique”). Ele quer muito ter um filho, eu também quero,  mas não sei se é o momento, tenho medo de não dar conta de filho, estudos, e trabalho. E acredito ser jovem para ser mãe, mas por outro lado penso que pode ser bom, pois ainda estarei jovem e com filhos criados já.

Será que está na hora de ser mãe?

Obrigada.

gravidez teste

Como você mesma já analisou na sua pergunta, para todo ganho existe uma perda. Se você tiver um filho mais jovem, será uma mãe mais jovem (ÓOOOO! kkkk), porém, a questão não é só essa, né? Super concordo com quem diz que 100% preparado para ter filhos nós nunca estaremos, mas concordemos que, se der pra planejar, bobo seríamos se não o fizéssemos. Até porque, como você mesma já deve saber, não adianta ter um filho jovem se você não puder dar atenção para ele…

Se é assim e caso não queira esperar mais um tempo (PS: eu pensaria antes nos meus sonhos, assim como ele está pensando antes nos dele. Sem contar que, nesse caso, você poderia se prejudicar por não ter esperado e ele não morrerá caso te espere um pouco mais), cogite cortar alguma dessas mil coisas que você quer fazer: de preferência, a que você mais odeia para depois não se arrepender caso fique solteira kkkk. Convenhamos que ser mãe e ainda achar que irá dar conta de tudo isso sem ter um surto psicótico é acreditar demais na vida. Não que você não daria conta (ficaria doente, mas daria, né? kkk), mas se a vida de vocês é estável, por que você não negocia isso com o marido?

Se vocês fossem super pobres e sem condições, eu daria um outro conselho. Afinal de contas, pobre ou rico, todo mundo merece ter um pequeno pimpolho, né? kkkkkk. Porém, não entendo ter uma vida financeira estável e você querer bancar a mulher maravilha. Faz sentido ele pensar na idade e, apesar dele nem estar tão velho assim e mesmo se estivesse, no seu lugar eu não aceitaria ter filhos nessa pressão toda não.

Entendo que vocês se amam, mas não vi ele oferecendo nada pra facilitar seu lado para, assim, ambos poderem realizar esse sonho. Você vai parir, estudar, trabalhar, dar de mamá, tentar concurso, ajudar nas contas de casa e ele só vai dar apoio moral e se esforçar o mesmo tanto que se esforçou quando vocês não tinham o filho? Na na ni na não! Em 90% das vezes, o peso maior sempre fica com a mãe, e se não rolar nem negociações básicas, ficará cada vez mais difícil pro seu lado. Sem contar que, se ele for como a maioria dos homens, nem o sexo ele irá querer ver prejudicado e lá vai mais uma bomba pra você kkkkkk.

Entenda que, comodamente ou não, ele só entenderá o seu lado se você explicá-lo. Então, trate de dar todos esses argumentos convincentes e se espante, caso mesmo assim, ele continue pensando muito mais nos filhos do que em uma suposta parceria com você.

Beijos da Lu!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.