Meu marido não me respeita e tudo fala “em divórcio”

38

Leitora: Bom dia, estou vivendo uma vida horrível, meu marido é muito orgulhoso, acha que é perfeito, sempre quando vou falar sobre algo que ele faz e me magoa, ele fica bravo e fala em divórcio. Ele não assume que precisa mudar, ele acha que é perfeito!

Uma coisa muito estranha é que ele só me procura para fazer sexo 2x por mês ….. e ainda nem se preocupa se eu gozei ou não, ele goza em 5 minutos e tá tudo certo!

Tenho depressão desde os 15 anos e ele não me ajuda a melhorar…. Quando estou em crise só me deixa pior!

Ele tem 34  anos e eu 26 anos, não é rico, mas trabalha em dois empregos e ganha razoavelmente para vivermos muito bem. Trabalha tanto que sempre achei que era um escape para fugir de ter que ficar em casa comigo e as crianças!

Não trabalho para cuidar da casa e das crianças, ele acha necessário, eu não gosto de ser dona de casa, mas faço para agradá-lo e pelas crianças! Uma menina de 5 do primeiro relacionamento e um menino de 3 filho dele! Meu primeiro marido faleceu … ele cuida muito bem da minha menina, não tem muita paciência com as manhas dela, mas no geral trata bem.

A gente sempre brigou muito, só me casei e vim morar aqui por que engravidei …. achei que ia ser melhor, porque dois filhos um de cada homem e sem nenhum homem era pior. Só que durante a gravidez, antes do nascimento do menino, ele me tratava bem melhor. Quando nos conhecemos então …. me tratava igual princesa! Levava café da manhã na cama pra mim, fazia recadinhos e espalhava pela casa antes de eu acordar. Mas acho que como ele vê que eu estou na mão dele… não tenho para onde ir com as duas crianças, não tenho emprego …. então ele me trata como quer… pois acredita com muita certeza que nunca vou embora…

Meu marido não me respeita e tudo fala "em divórcio"

Briga demais;

Te procura pouco para sexo;

Não se preocupa em te agradar;

Fica pouco tempo em casa;

Fala constantemente em divórcio;

E, com sorte, não tem uma amante.

Aonde está a sua dúvida de que esse homem não te ama, nem te respeita mais? Aonde está a sua dúvida de que em grande parte, tirando o fato dele ser um covarde que se aproveita das suas fraquezas, a “culpa” é sua?

Acho que cada um faz o que bem entender da própria vida, mas eu tenho receio demais quando a mulher leva essa vida que você leva, de não trabalhar, de só cuidar das crianças, de não ter nenhuma grande conquista pessoal e pah: todos os ingredientes básicos para a pessoa se enjoar e perder rapidinho a admiração por você.

Cadê a sua novidade, suas metas de vida e seu brilho, garota?

Sorte que o seu marido ao menos não é muito da caridade ao achar “que tem que te aguentar só porque você largou tudo por ele” e já fala em divórcio logo. Agora resta você aceitar que talvez ele esteja certo ao já querer cortar esse câncer de vez.

Quando digo “certo”, não é porque o casamento seja algo descartável, que é só ter uma briguinha aqui que amanhã já termina e tá tudo certo. Só que assim: você quer um casamento só pra dizer que se casou e que “ficou com o pai de ao menos uma das crianças”, ou você quer SER FELIZ e amada de verdade? De preferência, com alguém que te respeita e que mova ao menos um pouquinho do mundo por você?

O tempo passa tão rápido que o medo é apenas uma grande armadilha pra gente se arrepender de tudo que não fizemos depois…. Sem contar que os filhos crescem, você vai envelhecer e o cenário só piora.

Tudo bem que eu tenho fama de “doida”, mas depois de ter feito minha parte e visto que, mesmo me esforçando, não saiu coelho daquele mato, eu no seu lugar pegava minhas coisas e ia embora. Mas calma que não faria isso do nada! Sou “doida”, mas nem tanto.

Vamos aos passos:

1- Procure ajuda para colocar sua mente um pouco mais no lugar e entenda que não é ELE que tem que te ajudar a melhorar sua depressão, mas sim você que tem que entender que a maior  interessada em sair dessa é você, não ele.

PS: Ele poderia ser mais legal, bem como ter mais empatia com esse seu problema? Poderia, mas se não tem, quem deve se tocar é quem?

2- Procure um emprego: pare de se enganar que faz isso para agradá-lo e blablablá. Você age como age porque está acomodada/acostumada com essa vida. E outra, que agrado ele está merecendo a ponto de você ser dona de casa “só para agradá-lo”, mesmo supostamente “nem gostando de ser isso”? Nos poupe e se poupe também.

Na verdade, ele acha “melhor que você fique assim” porque fica mais fácil te manter no papel de trouxa, não porque ele ache isso de verdade.

3- Entenda que ele está certo em dizer que pode fazer o que quiser que você não fará nada. PORÉM, ele começar a estar errado só dependerá de você 😉

Não o ameace, não fale que irá se divorciar, não dê piti. Fique na sua traçando a sua meta de escapatória e vai saindo dessa aos poucos. Procure seu emprego, cuide mais da sua beleza/estética, faça amigos…. Depois você só dará “tchau e bença” e pronto! Com um pouco de sofrimento, claro, mas simples assim.

A outra alternativa é ficar brigando com ele, ficar implorando por amor ou dando sermão “sobre o quanto um casamento deve ser pra sempre” e em troca só levar na cabeça.

É clichê, a gente repete isso o tempo inteiro, mas as pessoas só te dão o valor que você se dá. Pode se justificar, pode falar que é “mãe”, “que por isso não larga essa vida”, “que faz para agradá-lo”, “que é porque as crianças não iam gostar de ter pais separados” e mimimi. Invente mil desculpas para não ter que correr atrás da sua própria felicidade e enfrentar todos os seus medos, mas depois também não fique reclamando sobre a merda que é a sua vida e sobre o quanto você só piora da depressão.

Seja um pouco mais poderosa. Fará bem para você, para sua autoestima, para suas crianças (ao terem em quem se espelhar), e, quem sabe – mas não mais importante – para o seu casamento.

Boa sorte.

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.