Ele meio que sumiu, será que algum dia ele volta?

4

Leitora: Tenho 17 e ele 18. Nós nos conhecemos em um app de relacionamentos e ele foi o único que me passou tanta segurança. Com o tempo fui sentindo que ele mantinha o foco em mim e não levou muito para nos apaixonarmos um pelo outro.

Ele me levava a sério assim como eu o levava. Ele me chamava todo dia e conversávamos sempre até irmos dormir, às vezes conversávamos o dia todo haha, desde o bom dia até o boa noite. Mandávamos fotos zoadas, fazíamos ligações e fizemos tantos planos para um breve futuro, compartilhamos sentimentos, sempre fomos honestos em relação ao que sentíamos um pelo outro. Ele parecia ser sempre tão atencioso comigo, estava sempre tão presente e estava apenas aguardando receber dinheiro de um projeto que fez parte trabalhando para poder me ver. Ele dizia que queria ter uma vida comigo. Quase três meses conversando direto desde que nos conhecemos.

Mas aí em um dia comum ele me manda uma mensagem dizendo que iria ficar um tempo sem celular e internet e que teria que me bloquear pra mãe dele não ler nossa conversa toda, mas que iria me explicar tudinho quando voltasse. Dias se passaram, esperei e senti tanto a falta dele. Mas estava bem, pois acreditava que ele iria voltar quando desse. Completando quase 20 dias desde que ele me bloqueou, decidi salvar o número dele no celular da minha mãe e entrar no WhatsApp para ver o último visto dele. Foi então que meu mundo caiu; ele esteve online naquele dia, com apenas minutos de diferença. A primeira coisa que me surgiu na mente foi: POR QUE ELE NÃO ME PROCUROU?

No mesmo dia eu já não sabia mais em que acreditar, eu era tão fiel ao que tínhamos (não estávamos namorado nem nada, mas prestes, apenas aguardando nos conhecermos pessoalmente). Eu mandei uma mensagem falando que não sabia se ele iria querer voltar algum dia a falar comigo e que não queria ter que me obrigar a esquecê-lo, só isso. Foi uma mensagem curta e mandei no e-mail que ele tinha acesso até então. Mas sei lá, às vezes parece que ficarei bloqueada pra sempre, até mesmo na vida dele, apenas não consegui entender o motivo.

Ele parecia antes estar tão interessado e eu sempre considerei e também fazia o mesmo. Sei que a vida dele não se baseia em mim, mas por quê? Será que ele voltará? Eu, uma vez, contei sobre esse medo que eu tinha de ele sair da minha vida algum dia, ele me disse que jamais iria se afastar de mim, que iria se aproximar cada vez mais. Ele seria capaz de me abandonar assim?

Dia 6 foi praticamente o último dia em que conversamos. Foi o dia em que ele me mandou a mensagem me avisando, daí perguntei no e-mail se estava tudo bem, porque era o que me restava, já que estava bloqueada no WhatsApp e um dia depois ele me respondeu dizendo que iria ficar sem acesso à internet e ao celular por um tempo, e reafirmou que me explicaria tudo quando voltasse, além de se desculpar. Foi tudo desde então.

Ele meio que sumiu, será que algum dia ele volta?

Cara leitora.

Parabéns, você entrou para a estatística de pessoas que foram iludidas pelo mundo virtual. Caiu no Catfish. E é muito fácil aprender a pescar na internet, qualquer abestalhado faz uma canalhice dessas.

Analise a facilidade:

  • Ache um perfil de alguém que demonstre ser/estar carente;
  • Dê atenção;
  • Assuma compromissos;
  • Iluda com promessas de encontros e uma vida juntos.

Ocorre que a vida real é mais rápida que a vida online. Enquanto a pessoa está lá prometendo o mundo, o mundo tá girando e você toda bestona tá acreditando que o mundo do caboclo vai parar por “amor” a uma pessoa que ele nunca viu pessoalmente.

Vamos parar de usar eufemismos e encarar a realidade, pois você já tem idade para ser espertinha e não cair mais na rede dos pescadores do mundo virtual.

Portanto, vou te ajudar a ver com mais clareza esse relacionamento.

1 – Paixão não é carência

Ok encantar-se pelo canto da sereia, pelas palavras bonitas e por toda atenção dispendida, MAS DIZER QUE É PAIXÃO?

Não é, nunca foi, e somente seria com o olho no olho, com o primeiro beijo, com o cheiro, com a presença… aí sim o encanto vira paixão.

Seja mais criteriosa e não se jogue só por um “bom dia”, ‘boa tarde” ou “boa noite”, pois nesse ritmo, o porteiro é sua próxima paixão.

Eu conversei alguns meses pelo Whatsapp com meu marido (pra quem ainda não sabe, nos conhecemos num grupo de Whatsapp de jovens budistas), mas nunca fizemos promessas ou juras de amor, até porque não sabia se ele tinha bafo ou se a química online era igual à química real.

Na minha cabeça pensava assim: “ok, ele é muito bacana, daria um ótimo amigo e ADORO conversar com ele, e se virar algo a mais, MELHOR AINDA”.

Na próxima, seja mais cautelosa, utilize esse episódio como aprendizado e aprenda a separar o que é real do que não é.

2 – Escrever é fácil, fazer é um pouco mais complicado

Ele dizia que queria ter uma vida comigo”.

Dizer até papagaio diz! Isso serve para os demais leitores que vivem se apegando ao que a pessoa diz nas redes.

Atitudes falam mais que mil palavras. O cara disse que receberia um dinheiro e te visitaria, beleza, espere ele cumprir a promessa para acreditar.

O rapazote diz ser fiel, mas na primeira oportunidade de provar, falha. Então meu povo, bora analisar o dia a dia da pessoa e parar de dar tanto valor ao que dizem, e pior, ao que escrevem.

Quantas vezes no dia você responde com “kkkk”, mas na hora você nem deu um sorrisinho? Quantas vezes respondeu com beijinho, mas era só a forma mais educada de acabar com o bate-papo?

Aprenda que 99% do que você vê online só existe na telinha do seu celular.

3 – Leia as entrelinhas

Quase três meses conversando direto desde que nos conhecemos. Mas aí em um dia comum ele me manda uma mensagem dizendo que iria ficar um tempo sem celular e internet”.

Ele é o náufrago ou o Bear Grylls pra ficar sem internet e celular?

Essa desculpa é esfarrapada demais leitora, não acredito que caiu nessa, e pior, o cara nem é criativo, pois não respeitou a sua inteligência! Hoje em dia, quem fica sem acesso à internet nesses termos? Não poderia usar uma lan house pra se comunicar? Comprar outro celular? Usar um celular emprestado, sei lá? Existem milhares de saídas, mas você preferiu acreditar na lorota.

Se ele falasse: tenho 18 anos, fui convocado pelo exército e ficarei incomunicável, até dava para engolir, mas dizer “depois te explico tudinho” é pura preguiça.

E pior, “teria que me bloquear pra mãe dele não ler nossa conversa toda”. Fico intrigada para saber que tipo de conversas vocês têm para a mãe dele não poder ler. Não seria mais lógico ele apagar as conversas do whats e resetar o celular, e te avisar que a mãe tá vendo tudo?

Tipo assim: “maneira aí nos nudes que mamãe tá vendo tudo, fulana”. Tenho certeza que você só puxaria conversa sabendo que é ele no outro lado da telinha.

Pergunto também como um cara promete uma vida contigo, mas tem medo de mamãe?

4 – Mas por que ele “meio que sumiu”?

“Ele meio que sumiu”? Não, né; Ele SUMIU fia. Não existe meio sumido, meio presente… ou é ou não é.

Sabe por que ele te bloqueou e sumiu?

Ele tem outra e essa outra tem acesso ao celular dele e não seria nada vantajoso ele estar ali com a champolinha e ela ver você zapeando com ele.

Melhor uma passarinha na mão que outra no zap zap.

Só que o rapazote é tão pilantra e covarde que não teve bolas para dizer que está com alguém, aí mantém você em água morna, no eterno stand by, para quando ele quiser, voltar às boas contigo.

5 – Por que ele fez isso?

Posso pensar em alguns motivos pro cabrito dar uma dessas:

1 – Receber nudes hoje em dia não é tão fácil, pois gato escaldado tem medo de água fria e a mulherada tá bem espertinha. Então o caboclo tem que comer pelas beiradas e fazer a caboclinha acreditar que ele tá na dela pra receber fotinha.

2 – Ele também estava carente e até gostava de conversar contigo, mas como disse, o mundo gira mais rápido que a vida online. Nesse meio tempo, ele conheceu uma guria e a ficada ficou séria. E como um bom covardão, não teve coragem de assumir pra você que os planos de vocês eram mais furados que o queijo suíço.

3 – Namorar online é igual orelha de vaca: Perto dos chifres e longe do rabo. Ele cansou e arrumou alguma desculpa bobinha porque encheu o saco de conversar contigo sem te ver.

4 – Pra muita gente, é bacana ter uma horda de gente babando ovo, massageando o ego, tendo alguém “fiel ao que tínhamos”… e por aí vai. Quantas vezes você elevou a autoestima dele?

5 – Ele viu que não teria condições de levar adiante o “relacionamento” e acabou da forma como achou que dava.

Conclusão

Não temos poder sobre o que os outros fazem, mas temos TODO O PODER do mundo nas nossas decisões. DECIDA pela sua sanidade mental, por parar de se perguntar o que houve, DECIDA por gostar daquele que está ao seu lado, demonstrando através de ATITUDES que o sentimento é real, e não se permita sofrer do jeito que está sofrendo por uma pessoa que não sabe o peso das palavras.

Ocupe a sua cabeça nesse meio tempo para esquecê-lo e mentalize que nada foi real. Tudo foi fruto da sua imaginação, da mesma forma quando leio um livro e me encanto pelos personagens. Esse rapaz criou um personagem e teve sorte de encontrar alguém tão imaginativa e sonhadora como você para enganar.

Instagram
Share.

About Author

Mari Cobra

Colaboradora do Pergunte a uma Mulher. Intolerante à lactose, bem cuzona, nunca disse que sou legal, tenho um coração grande e geralmente tomo na tarraqueta, geminiana e fodidamente indecisa. Apaixonada pela vida e falo muito palavrão.